1a. Casa

CIDADE DE PENÁPOLIS, SP, BRASIL

1ª Casa – Monumento Histórico

1ª Casa - Monumento Histórico
1ª Casa – Monumento Histórico

A “primeira casa” de Penápolis foi construida pelo pioneiro José Magalhães Matos…”Por intermedio do Senhor Barbosa Fontes, empreiteiro da construção da via férrea Noroeste, as tábuas nela utilizadas foram aparelhadas na única serraria existente em Bauru, da firma Irmãos Martha. Os mourôes foram tirados das matas da “Fazenda Santa Leonor” de propriedade de Bento da Cruz, que forneceu, também, telhas de sua olaria”…
Apontamentos bibliográficos do Coronel Bento da Cruz – Orentino Martins/l968

Na administração Nagib Sabino, em 10 de agosto de 1961, sob o nº 311, foi Decretada a autorização para receber, em doação, o terreno e a construção de madeira para…”incorporar à Fazenda Municipal como elemento do Patrimônio Histórico desse Município…”

Sob a administração Edison João Geraissate, em 18 de fevereiro de 1966, no Cartório de Registro de Imóveis e Anexos desta Comarca, registrada no livro nº 147, folha 74, pelo preço simbólico de Cr$50 mil, lavrou-se a escritura de compra e venda do imóvel situado no lote 7, quadra B do Jardim Primavera, até então propriedade de Zenro Arakaki e sua mulher Ushi Arakaki.

Desde então a cuidados da Prefeitura Municipal, a “Primeira Casa” não teve funçaõ específica, nem utilização adequada.

No governo de Alidino Valter Bonini, arquitetos e funcionários da Prefeitura Municipal, reestruturam-na, completaram os elementos de fechamento e a “Primeira Casa” foi inaugurada em 05 de novembro de 1995.

Ao visitante é mostrado o registro arquitetônico das construções urbanas praticadas pelos pioneiros da 1ª década do século XX.

A “Primeira Casa”, patrimônio histórico da cidade de Penápolis, abriga a sala dos documentos referentes ao imóvel e promove em suas dependências oficinas de música, teatro, exposições temáticas e reuniões do setor cultural.

Rua dos Capuchinhos, 33 – Jardim Primavera
Visitas – 2ª a 6ª das 08h30 às 11h00 e das 13h00 às 16h30

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *